sábado, 1 de novembro de 2014

Tese de doutorado sobre psicodelia disponível em pdf

Honoráveis convivas,

É com uma satisfação incomensurável que aqui partilho o fruto mais que especial destes últimos quatro anos de pesquisa de doutorado, sob orientação do professor doutor Eduardo Henrique Passos, a quem agradeço em especial pelo primoroso trabalho de tornar partilhável um tipo de experiência que não tem encontrado muito lugar em nossa academia. Trata-se da tese Modulações de sentidos na experiência psicotrópica, defendida em 27 de agosto de 2014 no Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal Fluminense. A composição multidisciplinar da banca de defesa dá o tom transdisciplinar da pesquisa, validada pelas psicólogas Analice Palombini (UFRGS) e Silvia Tedesco (UFF), pelo filósofo Auterives Maciel Jr. (PUC/RJ) e pelo historiador Henrique Soares Carneiro (USP). Cada participante da banca deu especial atenção e destaque a características mais próximas de suas implicações com a(s) temática(s), embora não tenham se limitado a considerações estanques, ou monodisciplinares, tendo toda banca destacado o rigor e a qualidade textual do trabalho. Analice, integrante do coletivo de pesquisa GAM (Gestão Autônoma da Medicação), junto ao qual minha tese foi desenvolvida, contribuiu não apenas com destaques relativos às questões de interesse principal da GAM, como também em relação à questão da escrita, da política da narratividade adotada, algo também destacado pela Silvia, cujas pesquisas estão focadas tanto nas relações entre literatura e produção de subjetividade quanto na clínica voltada a usuários de psicotrópicos proscritos. Auterives, sempre atento ao que nos força a pensar - em outros termos, ao fora - destacou aspectos da experiência psicodélica como uma experiência de pensamento que coloca na base de toda ação política um modo de pensar, uma cognição, e na base desta uma estética, um modo de sentir. Henrique, historiador que há muitíssimo tempo vem se ocupando da questão da experiência humana com substâncias capazes de alterar a consciência e, portanto, a experiência de si, além de inúmeras contribuições valiosíssimas (a grande maioria já aproveitada na versão oficial da tese que agora partilho), destacou o rigor e o pioneirismo da pesquisa, indicando se tratar de um dos melhores textos já escrito em língua portuguesa acerca da experiência psicodélica. Deixo aqui meus sinceros agradecimentos à banca, com um agradecimento especial à Analice, cujo texto lido na ocasião da defesa foi incorporado à introdução da tese.

      Espero que a tese não somente ajude a pensar questões urgentes quanto a proporcionar uma leitura prazerosa; quiçá uma experiência psicodélica de leitura. Caso tenha atingido tais objetivos, creio que um dos melhores retornos que posso receber agora é o amplo compartilhamento do material, assim como os comentários e críticas que auxiliem a aperfeiçoar a versão a ser futuramente publicada em livro.

      O pdf se encontra acessível para consulta e download gratuito no academia.edu e muito em breve também no site do PPG em Psicologia da UFF. Assim que estiver disponível, edito aqui para atualizar.

      Agradeço, por fim, a quem tiver lido esta postagem até aqui, com a saudação que me é característica.

      Beijos e vinhos!

imagem de akiyoshi kitaoca (disponível em http://www.theguardian.com/science/gallery/2014/aug/05/dizzying-optical-illusions-akiyoshi-kitaoka-pictures)

Um comentário:

Gustavo Vieira disse...

Muito bom! Parabéns! Estou lendo e estou muito empolgado.